TVJ1.com.br

Regionais



PUBLICIDADE

{}

PECNORDESTE deve movimentar R$ 40 milhões em negócios

16 de maio de 2016 às 08:34

undefined

Chegando à sua vigésima edição, o Seminário Nordestino de Pecuária (Pecnordeste) fechou a sua programação técnica deste ano, quando deverá oferecer cerca de 120 palestras sobre nove segmentos pecuários e dois não pecuários. O encontro, que será realizado de 21 a 23 de junho, no Pavilhão Leste do Centro de Eventos do Ceará (CEC), deve movimentar R$ 40 milhões em negócios – apesar da crise –, através da XX Feira de Produtos e Serviços Agropecuários.

Promovido pelo Sistema Faec/Senar e Sebrae-CE, o evento tem como público-alvo produtores rurais, micro e pequenos empresários, profissionais liberais ligados ao agronegócio, estudantes, médicos veterinários, engenheiros agrônomos, zootecnistas, técnicos agrícolas e pesquisadores. A expectativa é de receber quatro mil produtores e 30 mil visitantes durante os três dias, movimentando a economia da capital cearense.

Além da feira, a projeção do volume de negócios estimado agrega a venda de animais das raças caprina e bovina de leite em exposição na V Pecleite ­– especializada de animais leiteiros (bovinos e caprinos) de alta qualidade ­– e a Galeria dos Garanhões. Ambos devem estimular a geração de negócios nas áreas de máquinas e equipamentos, animais, insumos, produtos agropecuários, agroindustriais e artesanais, apoiando o setor produtivo na realização de investimentos, na comercialização de produtos, na apresentação de serviços e incentivando as atividades não agrícolas no meio rural, principalmente, o artesanato e o turismo.

Programação


O Pecnordeste deste ano está “fortalecido e com uma programação técnica de alto nível, elaborada por profissionais da Universidade Federal do Ceará (UFC); Centro Nacional de Pesquisas de Caprinos da Embrapa; do Sindicato das Indústrias de Alimentação Balanceadas no Ceará; da Aceaq e ACC; Câmara Setorial do Mel, da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, do Senar-CE, da Faec e do Sebrae-CE, ressaltou o coordenador-geral, Paulo Helder Braga.

Em média serão dez palestras por segmento e nove palestras no I Seminário Cearense da Palma Forrageira, seis oficinas tecnológicas e três oficinas de gastronomia (Sabores Regionais). Estão previstos alguns eventos paralelos como: Rural Tur – Encontro de Turismo Rural, promovido pela Associação Cearense do Turismo Rural; o II Encontro Sindical Rural, com a presença dos presidentes de sindicatos; Encontro dos Instrutores do Senar; e o Seminário de Reflorestamento. Durante o evento, acontecerão três oficinas gastronômicas abertas ao público, mediante inscrição: “Aproveitamento da palma forrageira na alimentação humana: elaboração de sucos e receitas salgadas”, no dia 21 de junho; “Derivados da macaxeira: elaboração de bolos, sucos, sorvetes e receitas salgadas”, dia 22; e “Delícias do Caju”, dia 23.

Novidades


Entre as novidades para este ano, está a apresentação de novos equipamentos dentro da Feira de Produtos e Serviços Agropecuários, como uma unidade móvel de pescado, que foi desenvolvida pela empresa cearense Piscis, com as tecnologias da Embrapa. A unidade contém um contêiner de 12 metros, que pode processar até cinco toneladas de peixe a cada seis horas. Segundo o presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação Balanceadas no Ceará, André de Freitas Siqueira, essa unidade móvel de abate de aves também está sendo usada para abate de peixes e na suinocultura, uma tendência do momento – o abate feito sobre rodas, o que facilita o trabalho e a vida do produtor. Outra empresa de abatedouros móvel e de moduladores para peixes, também, irá expor seus produtos. Está prevista a participação de 60 empresas e instituições expositoras no evento.

Inscrições para cursos e palestras estão abertas


O Pecnordeste está com inscrições para cursos e palestras e para o Seminário Cearense de Palma Forrageira, com descontos especiais até o dia 17 de junho: estudante: R$ 100,00; profissional: R$ 200,00; e produtor ou caravana: R$ 40,00. No local do evento, as inscrições custarão R$ 120,00 (estudante), R$ 240,00 (profissional) e R$ 45,00 (produtor ou caravana).

As inscrições poderão ser efetuadas somente pelo site do evento (wwwpecnordestefaec.org.br) ou presencialmente, nos dias do seminário. Quanto às formas de pagamento, serão aceitos cartões de crédito (parcelado pelo PagSeguro); boleto bancário (à vista, pelo PagSeguro); ou depósito bancário identificado com o CPF do participante. A coordenação do evento informa que, no caso do depósito identificado, a exigência é para facilitar a identificação seu pagamento, em até 72 horas, e confirmá-lo. Para mais informações, a Faec disponibiliza o telefone (85)-3535-8009.