TVJ1.com.br

Mundo



PUBLICIDADE

{Desenvolvimento de Sites}

Cientistas chineses conseguem clonar primatas

25 de janeiro de 2018 às 09:33

undefined

 

Cientistas criaram os primeiros macacos clonados pelo mesmo processo que produziu a ovelha Dolly há mais de 20 anos. Os dois macacos-cinomolgo (Macaca fascicularis), chamados Hua Hua e Zhong Zhong, nasceram no Instituto de Neurociências da Academia Chinesa de Ciências (CAS) em Xangai e são fruto de anos de pesquisa com uma técnica de clonagem chamada transferência nuclear de células somáticas (TNCS).  

“A barreira foi quebrada por este trabalho”, disse o coautor Muming Poo, diretor do Instituto de Neurociências do Centro CAS para Excelência em  Ciências do Cérebro e Tecnologia de Inteligência. 

Até agora, a técnica tinha sido utilizada para clonar mais de 20 espécies de animais diferentes, incluindo cães, porcos e gatos, mas os primatas se  mostraram particularmente difíceis.  

O nascimento dos bebês de macaco, agora de seis e oito semanas de idade, 

também levanta questões éticas sobre o quão perto os cientistas chegaram de clonar humanos.  

Segundo Poo, os humanos poderiam ser clonados por esta técnica, embora o  foco desta equipe tenha sido a clonagem para pesquisas médicas. A abordagem pode ser usada para criar grandes populações de macacos geneticamente idênticos para uso em pesquisas, evitando retirar os animais da natureza. “Os Estados Unidos estão importando 30.000 a 40.000 macacos a cada ano pelas empresas farmacêuticas”, disse. 

Os macacos são usados em pesquisas médicas sobre doenças cerebrais como Parkinson, câncer, distúrbios imunes e metabólicos. 

AFP