TVJ1.com.br

Esporte



PUBLICIDADE

{Anuncie Aqui}

Racismo faz Napoli pedir paralisação de jogo e árbitro expulsa jogador 'perseguido'

27 de dezembro de 2018 às 10:36

undefined

 

O Napoli foi derrotado pela Internazionale por 1 a 0, nesta quarta-feira, em Milão, pelo Campeonato Italiano, com um gol nos acréscimos do segundo tempo, mas isso não foi a única coisa que chateou a todos no clube. A comissão técnica napolitana reclamou de racismo por parte da torcida adversária no estádio Giuseppe Meazza e diz que pediu por três vezes a interrupção do jogo.

 

Os gritos racistas, de acordo com os napolitanos, foram direcionados ao zagueiro senegalês Kalidou Koulibaly desde o primeiro tempo. Torcedores imitavam um macaco toda vez que o defensor tocava na bola. "Pedimos três vezes a suspensão da partida. Houve três anúncios (no sistema de som) no estádio. Mas a partida continuou", reclamou o técnico Carlo Ancelotti em entrevista à TV Sky.

publicidadeundefined

Nervoso, o zagueiro do Napoli foi expulso aos 36 minutos do segundo tempo. No lance, Koulibaly fez falta em Politano e recebeu o cartão amarelo. Na sequência, começou a bater palmas para o árbitro, que entendeu o gesto como uma ironia e então mostrou o vermelho direto.

"O jogador (Koulibaly) estava nervoso, seu humor não era o melhor. É um jogador muito correto e muito profissional. Não é algo dele, mas estava agitado, nervoso. Isso não é bom para nós e para o futebol italiano", afirmou Ancelotti. "Há uma solução: tem que parar a partida. Tem que ser na hora do anúncio", completou.