TVJ1.com.br

Esporte



PUBLICIDADE

{}

Estado volta a gerir Arena Castelão nesta quinta e quer repassar administração aos clubes

12 de dezembro de 2018 às 14:40 - Atualizado em 12/12/2018 14:38

undefined

 

A administração da Arena Castelão está a caminho dos principais clubes da Capital cearense. Foi que ficou claro na audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira, no auditório da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte), que esclareceu alguns pontos do andamento da licitação para nova gestão do equipamento. 

Com o fim do contrato com a Luarenas, que administra o estádio atualmente, o Estado irá receber novamente o controle da praça esportiva a partir desta quinta-feira (13). A intenção, de acordo com o secretário da Sesporte, Euler Barbosa, é que Ceará, Fortaleza e Ferroviário, além de outros clubes, que seriam representados pela Federação Cearense de Futebol (FCF), administrem o Castelão e usufruam dos lucros totais do equipamento, desde que o mantenham em boas condições.

"Estamos hoje obedecendo a uma fase do processo de licitação, que é tornar público todos os documentos do certame. Tratamos sobre viabilidade econômica da arena, pois teremos dois clubes na Série A (Ceará e Fortaleza) e um na Série C (Ferroviário). Vamos ter um período até a conclusão da licitação onde o Estado fará uma gestão direta do equipamento. A ideia é que os clubes possam fazer uma operação de todo o complexo, incluindo estacionamento e baree, gerando mais uma receita", explicou Euler Barbosa.

Estiveram presentes na audiência pública o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, e o vice-presidente da FCF, Eudes Bringel, que comentaram de forma positiva a possibilidade. "Vejo como uma grande saída para a arena e para os clubes. Estamos trazendo 38 eventos de grande nível para o Estado e os clubes precisam participar melhor dessa fatia da Arena Castelão. Seja qual for o modelo de gestão para os próximos anos ela tem que incluir os clubes em outras receitas que não fazemos parte, porque somos nós que fazemos o espetáculo acontecer", disse o dirigente leonino.

"Teremos uma nova reunião para tratar e alguns ajustes. É muito importante, na nossa visão, para todos os clubes. Acreditamos que até o fim do ano a situação seja resolvida para que os clubes assumam essa administração", ressaltou o vice-presidente da FCF.

Diário do Norte